A Cidade das Mulheres:
Cidadania e alteridade feminina na Atenas Clássica

Marta Mega de Andrade


O trabalho da professora Marta Mega de Andrade vai discutir o imaginário do feminino e sua apropriação política no espaço do teatro ateniense, questionando o modelo tradicionalmente aceito, e largamente criticado nos últimos anos, da pretensa passividade das mulheres em aceitar certos padrões de conduta e de submissão nas 'póleis' antigas. Toma como análise básica textos de Eurípides e Aristófanes tendo como fio condutor os processos de formação da identidade e de alteridade. Esses processos produzem 'práticas críticas' de negociação cultural que pretendem transcender as oposições e contradições dualistas que fabricam as figuras da aceitação ou exclusão. Poderíamos chamar toda esta nova abordagem dos helenistas de 'análise das experiências relacionais.